sexta-feira, 27 de abril de 2012

Constelações e Reconhecimento do Céu



O que são constelações? 
São agrupamentos aparentes de estrelas os quais os astrônomos da antiguidade imaginaram formar figuras de pessoas, animais ou objetos. Numa noite escura, pode-se ver entre 1000 e 1500 estrelas, sendo que cada estrela pertence a alguma constelação. As constelações nos ajudam a separar o céu em porções menores, mas identificá-las é em geral muito difícil.

Quando surgiram?
As constelações surgiram na antiguidade para ajudar a identificar as estações do ano. Por exemplo, a constelação do Escorpião é típica do inverno do hemisfério sul, já que em junho ela é visível a noite toda. Já Órion é visível a noite toda em dezembro e, portanto, típica do verão do hemisfério sul. Alguns historiadores suspeitam que muitos dos mitos associados às constelações foram inventados para ajudar os agricultores a lembrarem quando deveriam plantar e colher.

Constelação de Órion!


Uma constelação fácil de enxergar é Órion. Para identificá-la devemos localizar 3 estrelas próximas entre si, de mesmo brilho, e alinhadas. Elas são chamadas Três Marias, e formam o cinturão da constelação de Órion, o caçador. Seus nomes são Mintaka, Alnilan e Alnitaka.

Cruzeiro do Sul!


A Constelação do Cruzeiro do Sul é uma das formações mais conhecidas do céu meridional, se localiza próximo do Polo Sul e sua visualização só é possível no hemisfério sul ou regiões do hemisfério norte próximas à linha do equador. Seus braços são formados por quatro estrelas de primeira grandeza. Catalogada por Ptolomeu, o Cruzeiro do Sul é um excelente relógio, pois a linha formada por suas estrelas Alfa e Gama (seu braço mais extenso) giram em torno do polo em aproximadamente 24 horas. Esse braço mais extenso serve também para identificar o Polo Sul, situado a uma distância de 3,5 vezes a longitude da própria constelação. 

Constelação do Escorpião!


A constelação de Escorpião (SCORPIUS) é a oitava das doze no círculo do Zodíaco. Entre todas as constelações a de Escorpião é uma das que mais se destaca. Notável por sua extensão, forma e pela riqueza em detalhes 
Ela tem 13 estrelas que são definidas como "mais brilhantes" e também a maior e mais notável dentre todas que é a estrela de Antares que era considerada uma das “guardiãs” do céu segundo os persas. 



                 /geografia/o-cruzeiro-sul
                 constelacoes-e-reconhecimento-do-ceu