quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

O Sol

O despertador toca e sabemos que um novo dia chegou. Sem dúvida, teremos muitas preocupações relacionadas ao trabalho, à familia e às tarefas do dia a dia. No entanto, existem certas coisas sobre as quais não lançamos a menor sombra de dúvida... como o Sol! Sabemos que, todos os dias, ele estará brilhando e fornecendo luz e calor, mesmo que não o vejamos.

O Sol é o objeto mais prominente em nosso sistema solar. É o maior objeto e contém aproximadamente 98% da massa total do sistema solar. Cento e nove Terras seriam necessárias cobrir o disco do Sol, e em seu interior caberiam 1,3 milhões de Terras. A camada externa visível do Sol é chamada fotosfera, e tem uma temperatura de 6.000°C. Esta camada tem uma aparência turbulenta devido às erupções energéticas que lá ocorrem.



A energia solar é gerada no núcleo do Sol. Lá, a temperatura (15.000.000° C) e a pressão (340 bilhões de vezes a pressão atmosférica da Terra ao nível do mar) são tão intensas que ocorrem reações nucleares. Estas reações transformam quatro prótons ou núcleos de átomos de hidrogênio em uma partícula alfa, que é o núcleo de um átomo de hélio. A partícula alfa é aproximadamente 0,7 porcento menos massiva do que quatro prótons. A diferença em massa é expelida como energia e carregada até a superfície do Sol, através de um processo conhecido como convecção, e é liberada em forma de luz e calor. A energia gerada no interior do Sol leva um milhão de anos para chegar à superfície. A cada segundo 700 milhões de toneladas de hidrogênio são convertidos em cinza de hélio. Durante este processo 5 milhões de toneladas de energia pura são liberados; portanto, com o passar do tempo, o Sol está se tornando mais leve.

Fontes:  Discovery Channel, History Channel, UFRGS.

Um comentário:

Professor Quiriate disse...

Como conseguiram esta informação do Discovery Channel, foi através do Canal de Tv, de uma documentario, de revista, Internet??

isto precisa ser deixado claro!!